Padre Aleixo

O FUNDADOR

Pe. Aleixo Xavier de Maria Cordeiro
29 Janeiro 1916, Mapuçá, Goa – 27 Janeiro 1998, Carcavelos, Portugal.

Nasceu numa família profundamente cristã e de elevado sentido apostólico, onde sempre se cultivou a preocupação, abertura e acolhimento dos outros, especialmente dos mais desprotegidos.

Esse ambiente foi determinante para que três dos onze irmãos tivessem sido Padres.

Ordenado Presbítero em 09/10/1938, em Goa, foi mais tarde para Roma aprofundar os estudos. Mas, devido a Segunda Guerra Mundial, acabou por ficar no Patriarcado de Lisboa a partir de 1940.

De grande inteligência, cultura e notável sentido pedagógico, esteve, como professor, no Seminário de Almada, perto de 11 anos, marcando indelevelmente os que com ele privavam.

Grande entusiasta dos Cursos de Cristandade, dedicou-lhe muitos anos da sua vida, vindo a ser diretor diocesano e Nacional desse Movimento.

A nível paroquial, e sempre na Diocese de Lisboa, colaborou durante cerca de 4 anos na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima; depois, de 1956 a 1970, como Pároco da Ajuda e, por fim, como Pároco de Carcavelos, sua última Paróquia, que serviu perto de 27 anos.

É precisamente neste serviço paroquial que mais se evidenciaram o seu extraordinário sentido pastoral, bem como a sua rara visão do que entendia ser o papel da Igreja no mundo atual.

Esta vocação, exercida discreta e humildemente, assentava numa intensa vida de oração e de doação ao próximo. A todos acolhia, a todos servia, a todos amava, especialmente os mais desprotegidos e os marginalizados, mas sempre com total respeito pela Pessoa Humana e pelas suas liberdades e opções.

Estes dons, aliados a uma enorme capacidade de iniciativa, criatividade e determinação, deram força para a construção de uma verdadeira Comunidade: um espaço onde as Pessoas se conheçam, se interessem umas pelas outras e estabeleçam entre elas laços de solidariedade e partilha.

Este projeto viu-o concretizado na Obra, em muitos aspetos pioneira, que fundou em 1981, o “CENTRO COMUNITÁRIO DA PARÓQUIA DE CARCAVELOS”.

Nele deixou bem impresso o admirável espírito que sempre o animou.

CRONOLOGIA

NOVEMBRO DE 1980
Admissão da primeira equipa de pessoal permanente
1981
Início do serviço de almoços no Centro de Dia.
Início do funcionamento das ATL’s – Atividades de Tempos Livres.
Inauguração do Centro (16 maio1981)

1982
Primeira Colónia de Férias para a 3ª idade.
”Porta Aberta” Atividades de ocupação de tempos livres para crianças durante as férias.
Ateliês para jovens
Formação do Coro Vocal Da Capo

1983
Início do Cabeleireiro para a 3ª idade
Primeiros Cursos de Verão para jovens
Formação do núcleo desportivo do Centro e Clube Juvenil
Início do Consultório Jurídico.

1984
Apoio Domiciliário
Consultório Médico e serviço de Enfermagem
Início do serviço de Lavandaria

1985
INTERVELOS – Rede de instituições locais
programa de Animação nos bairros

1986
CAIJ- Centro de Apoio e Informação Jovem.

Programa OTJ’s
“Natal na Rua”

1987
Cursos de Informática – Inforjovem
Jornal “Àgora”
CAIJ – desloca-se com informação para as escolas e cria um programa na rádio Marginal.
Encontro Inter-Centros.

1988
AJAC – Associação de Jovens Artesãos de Carcavelos
Voluntariado – Organização do voluntariado na instituição

1989
1º Encontro da Brincadeira – Encontro anual das Escolas Primárias da Freguesia com a participação dos idosos.

1990
Inicio da Construção do pavilhão polivalente
Participação do AJAC na FIL – Artesanato.

1991
16 de julho – Inauguração solene do novo pavilhão polivalente.

1992
Apoio a Refugiados
Grupo Coral dos idosos

1993
BAC – Bolsa de Alimentos de Carcavelos – intervenção na área da exclusão social.
Participação na Rede Europeia de Projetos inovadores na área da terceira idade e solidariedade entre gerações através da realização de vários eventos.
Grupo de Folclore dos idosos.

1994
Revista Europeia “Gerações”.
Apoio a toxicodependentes e pessoas seropositivas em colaboração com outros serviços.
Integração dos cursos de informática da Inforjovem, no Centro.

Participação na equipa de redação da revista Internacional “Gerações”;

1995
“Esperança de Recomeçar” – Serviço organizado de apoio a toxicodependentes e pessoas em situação de sem abrigo;
Apoio Escolar para as crianças das famílias carenciadas;
Revista CAIS- polo de distribuição;
Criação do grupo de Teatro do Espaço Sénior;
“Outro Lado do Jogo”– programa de atividades lúdicas e pedagógicas para as crianças das famílias carenciadas;
Intercâmbio internacional de jovens com a Irlanda – Roscommon;

1996
“Noites no Centro” – divulgação de projetos culturais;
Grupos de Acão Social – Voluntariado junto das famílias carenciadas;
Intervenção no colóquio “Vieillir … entre exclusion et Solidarité”- Bruxelas;
“Aprender, Sonhar e Crescer” – atividades desportivas para adolescentes;

1997
UNIVA – Unidade de inserção na vida ativa em colaboração com o IEFP;
Aulas de Alfabetização de adultos;

1998
O Centro é reconhecido como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública (DR – 18.04.1998);
“Reinventar a Comunidade” – programa de dinamização Comunitária;
”CRIA” – Projeto de apoio e informação para pessoas infetadas pelo HIV;
Intercâmbio internacional de jovens com a Islândia;

1999
Doação de um terreno no Algarve – St. Bárbara de Nexe;
Serviço Voluntário Europeu – O Centro torna-se entidade de envio;
O projeto Bolsa de Alimentos passa a designar-se “Projecto Intervir” – apoio integrado a famílias carenciadas;
Organização do Congresso internacional de Gerontologia;
Participação no Encontro Internacional de Gerontologia em Gallart (Itália) e Bélgica (Lovain la Neuve);

2000
Aquisição do imóvel para a futura casa Jubileu2000;

2000
Programa “Vida Emprego” – Integração profissional de ex-toxicodependentes;
Projeto “AMBIENTARTE” – arte e ambiente (festival de artes para jovens nos jardins da quinta da Alagoa); programa de Workshops sobre criatividade;
A CMC cede um terreno para construção do edifício de ampliação do Centro;

2001
Rede local de Voluntariado;
Inauguração (18/10) da Casa Jubileu 2000 – Unidade residencial para pessoas do género masculino em situação de sem abrigo;
Projeto ECOSD’ARTE e ECOBRINCARTE;
Intercâmbio internacional com a Itália;
Bolsas para projetos de iniciativa juvenil em parceria com a CMC;

2002
Férias em Ação” – Programa de férias para adolescentes;

2003
Comissão Social de Freguesia – núcleo executivo;

2004
Participação na elaboração do Guia do Voluntariado do concelho de Cascais;
Sala de Estudo – para as crianças do 2º ciclo;

2005
Lançamento do primeiro CD do grupo Coral do Espaço Sénior;
Atl, primeiro prémio no Festival de Dança Infantil;
“Cem Gestos Com Solidariedade” – Exposição para angariação de fundos;
Formação para empregadas domésticas;

2006
25º aniversário do CCPC;
Inauguração do apartamento de saída – Casa Jubileu;

2007
“Mães no Centro” – um espaço de encontro e partilha para mães;

2008
Inauguração da Loja Geração C com o apoio da CMC;
Publicação da primeira Agenda do CCPC;

2009
16 maio – Lançamento da primeira pedra da construção do novo edifício;
Outubro – Início da construção do novo edifício de ampliação do Centro;
O Centro é distinguido pelo IES – Instituto de empreendedorismo Social com o projeto “Reutilização”;
A Univa passa a denominar-se GIP – gabinete de inserção profissional;

2010
Início do processo de certificação segundo a ISO 9001:2008

2011
Certificação de qualidade segundo a ISO 9001:2008, pela SGS

2012
Inauguração do novo edifício e Creche;
Lançamento da Linha Sénior Cascais;
Cantina Social;
Centro.come – serviço de refeições;
Loja Stock Social – roupa em 2ª mão, (Matarraque);

2013
Campanha de angariação de produtos alimentares – “Vizinhos com Alma”;
Inauguração da Loja “Corações Cheios” (Riviera Center)

2014
Inauguração da “Mercearia do Centro”;
Introdução da filosofia Lean no funcionamento do Centro;

2015
Reconversão da loja de Matarraque para Loja de Móveis;

2016
Programa “À Descoberta” – atividades para adolescentes em férias;
Alteração do nome do projeto “Stock Social” para “Re-coopera”;

2017
Certificação de qualidade segundo a ISO 9001 2015;
“Entre(I)nvista” – iniciativa na área do emprego que visa aproximar entidades empregadoras e candidatos a emprego;

2018
Criação do Espaço Raízes – resposta para seniores;

Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos

A sua opinião é importante para nós!

Clique aqui